O VERDADEIRO PAPEL DO MARKETING POLÍTICO

A essa altura do campeonato você já deve ter escutado ou até mesmo visto algo sobre Marketing Político. Em ano de campanha eleitoral, é imprescindível que os eleitores saibam como funciona de verdade este importante instrumento para promover os inúmeros candidatos que disputam cargos diversos em todo o país. O Marketing Político pode ser definido como um forte elemento na construção de uma sólida, convicta e transparente imagem dos candidatos, sendo peça essencial e obrigatória para a veiculação de suas campanhas eleitorais, seja no rádio, na TV e também nas meios digitais. O objetivo fundamental do Marketing Político é de criar condições para que os eleitores se identifiquem com os programas de governo, as promessas, as ideias, a visão e as premissas do candidato e de seu partido político.

Mas qual seria o verdadeiro papel do Marketing Político? No meu ponto de vista, essa ferramenta necessita ser utilizada de maneira responsável, elaborada para primeiramente chamar a atenção dos eleitores, fazendo com que os mesmos se aproximem mais da vida política e criem certo interesse em conhecer um pouco mais da vida do candidato, isso inclui todo o seu histórico, desde quando era criança, passando pela adolescência e o momento que se tornou um político, não deixando de lado a sua família, seus parentes e amigos. O Marketing Político precisa ressaltar tantos as qualidades como os pontos fortes do candidato em suas campanhas eleitorais, fazendo com que o público enxergue de verdade quem é, de fato, este político e o que ele realmente pode fazer pela população.

Muitos artifícios são utilizados nas campanhas eleitorais, tais como o nome e o número devidamente em destaque, cores vivas, o sorriso e uma expressão de extrema confiança. Sabemos que o Marketing Político, em muitos dos casos utiliza sempre uma regra de ouro, que é a de tentar esconder de todas as formas possíveis, o que o candidato ou a candidata fizeram de errado no passado. Isso pode ser uma questão um pouco complicada, mas o eleitorado pode e deve buscar informações sobre o seu candidato através da Justiça Eleitoral, incluindo as suas contas eleitorais e do partido que o mesmo representa.

Uma coisa é certa, o Marketing Político não pode ser visto com menosprezo e preconceito, pois mesmo sabendo que a política no Brasil possui diversos problemas, seja por conta da má gestão de nossos representantes, seja por conta da corrupção enraizada nos gabinetes e outros escândalos envolvendo grande parte dos políticos atuantes em nosso país, devemos entender a verdadeira força do Marketing Político e o papel que representa como uma ponte para se conectar ao candidato e enxergá-lo talvez com outros olhos. Mas o que mais importa é o voto consciente. Que este momento importante no país fique marcado por eleições limpas e justas, mantendo o respeito e a civilidade entre as pessoas.

Texto escrito por: Felipe Oliveira (Consultor de Comunicação e Marketing – Oliveiras Consultoria & Marketing)

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s