BENCHMARKING E A IMPORTÂNCIA DAS EMPRESAS TEREM SEMPRE UM “PONTO DE REFERÊNCIA”

Você já ouviu falar em Benchmarking? Segundo o Wikipedia, esse termo pode ser entendido como uma busca das melhores práticas de gestão, seja de uma organização, entidade ou empresa, e que conduzem estrategicamente a uma performance superior. É um processo de avaliação da empresa em relação à concorrência, incorporando os melhores desempenhos de outras firmas e/ou aperfeiçoando os seus próprios métodos. Investir em Benchmarking é colocar em prática um conjunto de técnicas inteligentes afim de entender as empresas concorrentes, fazer uma comparação com os resultados alcançados e promover melhorias em todos os departamentos. Pode ser um tanto complexo iniciar esse método em sua empresa, mas calma, estarei exemplificando melhor neste artigo.

Vamos imaginar por um instante que você seja dono(a) de um restaurante de comida japonesa delivery em sua cidade. Ultimamente, você só está levando prejuízo, com reclamações de clientes, poucos pedidos por noite e uma margem de lucro baixíssima em seu negócio. Em uma noite de pouco movimento, você começa a pesquisar os seus concorrentes na Internet. Acessa as redes sociais e os aplicativos de entrega de comida para ver o que o público está dizendo. Para a sua surpresa, a maioria deles tem boa reputação, possuem uma comunicação profissional e investem em Marketing para manterem a visibilidade e o status de restaurantes confiáveis deste segmento específico. Além de suas classificações serem as melhores nos sites de busca. Somente pelo simples fato de você ter pesquisado pelos seus concorrentes (de uma maneira bastante superficial, como essa), inconscientemente você já está praticando as técnicas de Benchmarking.

Querer melhorar a sua apresentação, o seu atendimento, o seu produto e/ou serviço, para que a sua marca possa bater de frente com a concorrência é a melhor saída para aumentar os resultados do seu negócio. Qualidade nos dias atuais é o mínimo que uma empresa necessita para se manter respirando, ainda mais em tempos de pandemia. Ao entender o que os seus concorrentes entregam você precisa se dispor a fazer melhor do que eles já estão fazendo. Essa literalmente é a chave do sucesso de um Benchmarking bem feito. Mas tem um detalhe em tudo isso. Não é porque a empresa ‘X’ vende a comida japonesa pela metade do preço e a empresa ‘Y’ distribui vouchers com 50% de desconto, que você tem que partir para estas mesmas estratégias. O tiro pode sair pela culatra em alguns casos.

É sempre importante avaliar e mensurar os prós e os contras. Quem vai valorizar o seu produto é o cliente e não o concorrente. Por isso saiba que ter uma estratégia de crescimento com um olhar de fora para dentro do seu negócio pode ser a melhor solução em tempos de crise e pouco faturamento. O Benchmarking deve ser utilizado diariamente como um filtro de informações benéficas para o negócio e que vai servir de auxílio para a tomada de decisões em prol do bem estar da empresa. Existem vários métodos a serem utilizados e você também tem a possibilidade de criar seus próprios métodos personalizados de Benchmarking. Busque informações, converse com seus clientes e ouse. A ousadia aliada a coragem de querer vencer a concorrência fazem uma baita diferença. Como disse o grande professor, economista e pensador Philip Kotler: “As empresas ruins ignoram seus concorrentes, as medianas copiam e as vencedoras os lideram.”

Texto escrito por: Felipe Oliveira (Consultor de Comunicação e Marketing – Oliveiras Consultoria & Marketing)