A Arte de Empreender em Tempos de Crise

imagem-empreender

O que você pensa quando ouve a palavra ‘empreendedorismo’? Talvez você pense em desafios, incertezas, responsabilidades, compromissos, trabalho árduo, e por aí vai, certo? O termo empreender vem do francês ‘entrepreneur’ e quer dizer aquele ou aquela pessoa que assume um risco e começa algo novo. Os primeiros indícios de que alguém começou a assumir riscos e investir em algo novo foi no século XVII, onde os empreendedores tinham acordo contratual com o governo para realizar a produção de seus produtos e serviços. No Brasil, somente em 1981, o desenvolvimento da atividade de empreendedorismo surgiu na Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas e passou a ser direcionado para o estudo da Formação Empreendedora dentro do Curso de Graduação em Administração.

Para que um indivíduo comece a empreender, é de extrema importância que ele tenha disposição e a capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos e serviços com iniciativa e comprometimento. Temos que levar em consideração também à questão do estudo, pois é o estudo que fornece a base teórica para que este indivíduo saiba conduzir sua empreitada de forma consistente. E tudo isso ainda não é o suficiente para que tenha sucesso. Empreender vai muito além de uma simples função diária de realizar o trabalho com vontade e paixão pela área de atuação. Empreender se tornou uma Arte e o empreendedor se tornou um artista. Ainda mais nos dias de hoje, com uma crise econômica instalada em nosso país e que está causando uma ruptura nunca antes vista nas relações entre empregado e patrão. Com a alta taxa de desemprego, a população em geral vive um dilema. Batalhar um novo emprego ou se tornar empreendendor(a)? Esta dúvida que paira na cabeça dos brasileiros, gerando incertezas e receio, é até uma coisa normal. Todos queremos estabilidade, seja no trabalho, na família, nas relações interpessoais, com os amigos, etc. Só que atualmente, esta estabilidade é uma ilusão, e uma realidade difícil de encarar. Infelizmente tudo o que realizamos em prol da empresa que estamos empregados chega ao fim no desligamento da função e despensa da mesma. Por isso afirmo, por experiência própria que ao se tornar empreendedor, mesmo com uma dificuldade de iniciar, você prova para você mesmo que é capaz de realizar muito mais. É um desafio que te move para almejar e conquistar seus objetivos e metas, sem ter que se reportar a um superior ou chefe. Você irá se reportar unicamente para si. Acredite, todo o esforço valerá a pena se for feito com determinação e em prol da sua consistência no mercado. Independente da área que você goste, faça um bom trabalho. Exceda todas as expectativas com esforço, garra e seja um exemplo de profissional. Como disse Walt Disney: “Se você pode sonhar, você pode realizar”.

Texto escrito por: Felipe Oliveira (Consultor de Comunicação e Marketing – Oliveiras Consultoria & Marketing)

Anúncios