O Marketing dos Jogos Olímpicos

olimpiadas

“Prepare-se. Você vai vibrar e se emocionar com a disputa de 42 esportes Olímpicos. Em 19 dias de competição, 306 provas valerão medalhas: 136 femininas, 161 masculinas e nove mistas.de 42 esportes…”. É o que diz o texto disponível na página www.rio2016.com e que apresenta os esportes olímpicos que serão disputados daqui a um mês em nosso país. Mas, as perguntas que eu faço, após ler este texto, são: Você está preparado? O nosso país está realmente estruturado para receber um evento desta magnitude?

Estamos no início de julho e muitas obras para os Jogos Olímpicos enfrentam dificuldades e ainda não foram concluídas. A Olimpíada começa no dia 5 de agosto. Se nós, como meros telespectadores do evento, não estamos com boas perspectivas, imaginem os atletas. Com a crise que se alastra no Brasil, atletas não conseguem contar nem com patrocínios e apoiadores. Realmente este não está sendo um ano favorável para nós, brasileiros. O que sobra, é o que todos estamos cansados de ver. O Marketing “feroz” nas mídias televisivas e Internet para os Jogos Olímpicos. E por que mesmo com situações difíceis (crise política e econômica) nosso país parece ter ‘cacife’ para bancar as Olimpíadas? Patrocínios de grandes marcas. Esse é o verdadeiro motivo. Grandes marcas precisam se auto promover e fazem de tudo para viabilizar eventos magníficos como a Olimpíada, mesmo em países de terceiro mundo, como o Brasil.

Sou a favor dos esportes e sei o quanto essa prática ajuda no bem estar de toda a sociedade, pois também pratico esportes. Mas o Marketing “feroz” não pode ultrapassar os sentimentos e as emoções da prática esportiva como uma ferramenta de motivação e empenho na vida dos atletas. Assistiremos este evento como telespectadores que torcem por medalhas de ouro, com a ilusão de que isso se refletirá de forma positiva e blá, blá, blá. Após a Olimpíada, o que sobrará serão dívidas de obras e elefantes brancos para contarem histórias (tal como foi a Copa em 2014). Infelizmente o momento para virar o jogo e fazer o Brasil voltar a ser uma potência, se perdeu na corrupção, injustiça e “bandidagem”. O que a grande maioria dos brasileiros vão querer, daqui a um mês, é ver as medalhas de ouro, os sorrisos dos atletas brasileiros e a bandeira do Brasil sendo mostrada nas televisões de todos os canais do mundo. Apenas isso já será considerada uma vitória, mesmo que momentânea e passageira.

Texto escrito por: Felipe Oliveira (Consultor de Comunicação e Marketing – Oliveiras Consultoria & Marketing)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s